Motorista que matou idosa após dirigir embriagado vai a júri popular, em Águas Lindas

Gil Silva | 13:44:00 | 0 comentários

Crime aconteceu em setembro de 2017. Motorista pagou fiança e poderá recorrer da decisão em liberdade

Do Maisgoiás

A Justiça decidiu mandar a júri popular um motorista acusado de matar uma idosa atropelada enquanto dirigia embriagado no município de Águas Lindas de Goiás, entorno do Distrito Federal (DF). Edmilson Ferreira de Carvalho é acusado pelo crime de homicídio doloso, depois de dirigir em alta velocidade e matar Terezinha Ferreira da Silva.

De acordo com o juiz responsável pelo caso, Gustavo Costa Borges, as provas e depoimentos apresentados mostram que o acusado assumiu o risco de matar de forma voluntária e consciente. “Há indícios fortíssimos de que o acusado tenha sido o autor do crime em apreço”, disse o magistrado.

Foi determinado ainda que Edimilson poderá responder e recorrer do julgamento em liberdade. Ele já estava em liberdade provisória porque pagou a fiança.

Relembre o caso

De acordo com os autos do processo, Edimilson dirigia pela BR-070, no Setor Morada da Serra, em alta velocidade. Ele perdeu o controle do veículo e atropelou Terezinha, que estava próxima a uma mureta que dividia a rodovia aguardando para atravessar.

A batida arremessou a vítima por 15 metros, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O marido dela, que a acompanhava, conseguiu pular a mureta e evitou o atropelamento.

Logo após o acidente, pessoas que estavam no local tentaram agredir o motorista. Ele foi protegido pela Polícia Militar (PM) e escoltado até uma unidade de saúde para verificação do nível de álcool no sangue. Com o alto teor encontrado, ele foi preso em flagrante. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carro de Edimilson foi incendiado pelas pessoas que testemunharam o atropelamento.

Categoria: ,

Espalhe por aí

0 comentários