Moradora de Águas lindas é presa pela polícia civil do DF vendendo atestados médico falsos

Gil Silva | 09:35:00 | 0 comentários

Investigações se iniciaram após um empresário perceber que uma funcionária apresentou atestado supostamente falso

Reportagem Jornal de Brasília

A Polícia Civil (PCDF), por meio da 9ª Delegacia de Polícia (Lago Norte), prendeu uma mulher suspeita de vender atestados médicos falsos. A prisão ocorreu na sexta-feira (24), nas imediações do Conic, área central de Brasília.

As investigações tiveram início após um empresário procurar a 9ª DP e informar que uma funcionária apresentou atestado supostamente falso. Dias depois, a polícia fez buscas pela pessoa que teria vendido o documento. Foi quando identificou-se uma mulher vendendo papéis suspeitos na região do Conic.

Os policiais chegaram a abordar pessoas que teriam adquirido alguns dos documentos com a mulher. Foram encontrados duas receitas de medicamento controlado, emitidas em nome do Hospital Universitário de Brasília (HUB).

Os agentes, então, chegaram até a suspeita. Com ela, foram encontrados receituários médicos de vários hospitais públicos diversos; formulários de atestados de saúde e de declaração de deficiência; um carimbo de médico e R$ 242 em espécie.

A mulher contou que utilizaria a declaração de deficiência para conseguir o passe livre estudantil. Também confessou que guardava mais itens falsos na casa onde mora, em Águas Lindas de Goiás-GO. Os agentes foram ao local e confirmaram a informação.

Agora, a suspeita está recolhida na carceragem da Polícia Civil e segue à disposição da Justiça.

Categoria: ,

Espalhe por aí

0 comentários