Sobe o número de acidentes em rodovias federais goianas durante o Natal

Gil Silva | 10:07:00 | 0 comentários

Em comparação com o mesmo período de 2018, houve redução de 50% nos acidentes com mortes; quantidade de feridos, porém, registrou aumento. PRF alerta para o feriado de fim de ano

A quantidade de acidentes registrados nas rodovias federais que cortam o estado de Goiás aumentou. Durante o feriado de Natal, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 54. No mesmo período do ano passado, houve 52 registros de acidentes. Um aumento suave, mas que impacta no número de feridos: em 2019, 79 pessoas ficaram feridas, enquanto em 2018 foram 56.

Por outro lado, o número de acidentes com mortes diminuiu. Foram 10 no ano passado, enquanto no ano vigente foram cinco. No entanto, os números da PRF mostram que houve redução de 39,1% nas autuações. Entre 20 e 25 de dezembro de 2018 foram 3.891, enquanto esse ano a polícia registrou 2.367.

Entre as infrações mais detectadas pela PRF está a ultrapassagem em locais proibidos. Somente este ano 294 motoristas foram flagrados com esse tipo de contravenção. Em 2018 foram 254. A falta de uso de cinto também é comum. A polícia flagrou 154 condutores sem o equipamento obrigatório de segurança.  

“Apesar de os números de acidentes e feridos serem maiores do que ano passado, as mortes caíram. A preocupação maior começa a partir do sábado, quando muita gente começa a pegar a estrada em função da virada do ano”, diz inspetor Newton de Morais. “Preocupa também condutores insistindo em ultrapassagens proibidas, já que flagramos mais neste ano durante o Natal”, alerta.

A orientação, segundo a PRF, é para que motoristas tomem cuidados básicos antes de pegar a estrada nos feriados prolongados. Principalmente em relação a documentos do veículo, dos passageiros e que o carro esteja com a revisão de rotina em dia. 

Distrito Federal
A PRF do Distrito Federal registrou 29 acidentes, os quais resultaram em 37 pessoas feridas e quatro mortes. O número de acidentes reduziu em um, em relação ao mesmo período do ano passado, porém foram 13 pessoas feridas a menos.

Em fiscalização, foram lavrados 985 autos de infração e 21 pessoas foram detidas, dentre elas, quatro por embriaguez. Dentre as infrações, 33 foram por alcoolemia, 35 por falta de cinto de segurança, 29 por crianças sem cadeirinha e 176 por ultrapassagens indevidas.

Categoria:

Espalhe por aí

0 comentários