GPM-Guarda Patrimonial Municipal agride profissional de imprensa

Gil Silva | 15:30:00 | 0 comentários


  

Por Carlos Leal DRT/DF 8947

Como é claro e sabido, a Guarda Patrimonial não tem poder de polícia, e tão somente para zelar do patrimônio do município. 
Na manhã desta terça-feira 14/11, ao lado da Câmara Municipal de Águas Lindas, o profissional de imprensa   Leandro Soares, conhecido blogueiro da cidade, foi covardemente agredido por dois guardas patrimoniais, inclusive com ‘tapa na cara’, por ter chamado atenção dos mesmos, que transitavam com a viatura na contra mão, colocando em risco o transito de veículos e pedestres.

Pior ainda, que corre comentários que estão querendo transformar esses maus elementos, em Guardas Civis Municipais. Tal murmúrio de efetivação, tem sido criticado por políticos e principalmente pela população, que vê nisso uma manobra para burlar a Lei, como também dar poder de polícia quem não fez concurso para esta finalidade.

Leandro, como profissional de imprensa e conhecedor da Lei, tem criticado essa manobra, que para ele, não passa de favorecimento a vigilantes, que foram efetivados como guardas patrimoniais e agora querem virar Guardas Civis.

 No momento da discussão, o blogueiro foi agredido, e, ao tentar se defender, sofreu ainda mais agressões pelos guardas patrimoniais, momento esse que teve que ser socorrido por populares que estavam no local.

“Muitos cidadãos tem reclamado por terem sido abordados por estes guardas patrimoniais, numa clara situação de usurpação da função pública policial.”

Diante da lamentável ação dos agentes públicos, Leandro foi à 1ª Delegacia de Polícia Civil, comunicar o fato.
“O vereador e presidente da Câmara Municipal de Águas Lindas de Goiás, Rogemberg Barbosa PR, em vídeo publicado em rede social, repudiou a agressão sofrida pelo jornalista e blogueiro Leandro Soares.” (Veja o vídeo)   

“Estamos aguardando informações sobre o registro da ocorrência, para inserir na matéria” 

COMENTÁRIO DO REPÓRTER:
Numa cidade onde temos excelentes policiais militares e civis, nos aparece uma turminha despreparada e mal comandada, querendo ser polícia sem ser. Pior ainda, é que estão tentando transformar esses vigilantes fantasiados de guardas patrimoniais, em Guardas Civis Municipais, o que seria uma clara burla na Lei que regula o ingresso nos serviços públicos. 

Como diz o velho ditado: “Quem nasceu pra periquito, nunca chega a papagaio”
Carlos Leal, sem papas na língua.

Categoria: ,

Espalhe por aí

0 comentários