Tentativa de assalto no setor Coimbra em Águas Lindas de Goiás

Gil Silva | 10:36:00 | 0 comentários

Foi por pouco que uma motorista escapou da ação de dois bandidos, que tentaram roubar-lhe o carro


Nesta sexta-feira 13/09, por volta das 04:50h da manhã, M.A.S, 40 anos, moradora no setor Coimbra em Águas Lindas de Goiás, sofreu uma tentativa de assalto, quando transitava pela avenida principal próximo a casa de diversão 3 irmãs. No carro haviam outras duas senhoras, que ficaram apavoradas, com a situação de extremo perigo. A vítima contou que, um elemento que estava com um capacete na mão, entrou na frente do seu carro anunciando o assalto e mandando-a parar, mas a mesma não obedeceu e em uma ação rápida acelerou o veículo e em zig-zag, tentando escapar. 



Nesse momento, o bandido, utilizando o capacete, investiu contra o carro, quebrando o vidro da porta traseira, enquanto o outro elemento atacava o carro a pedradas, tentando impedir que M.A.S escapasse, mas ela, com “medo do pior”, e, com manobras bruscas conseguiu se livrar da fúria dos bandidos.
Já fora do alcance dos bandidos, M.A.S, ligou para seu esposo que a instruiu ir imediatamente à delegacia registrar a ocorrência.
Informada da ocorrência, uma equipe da TV CMN foi à delegacia onde ouviu a vítima e em seguida, foi ao setor Coimbra ouvir moradores que caminhavam rumo à BR-070 para pegar condução. Várias pessoas foram categóricas em afirmar que outras mulheres já foram assaltadas ou sofreram tentativas de assalto nas proximidades onde M.A.S teve a sorte de se livrar de um assalto e suas imprevisíveis consequências. Uma senhora disse que precisa trabalhar, mas tem muito medo de ser atacada por maníaco sexual.



COMENTÁRIO DO REPÓRTER:

Dessa vez, fico com a controvérsia. Reagir a um assalto é muito arriscado, cabendo a nós da imprensa aconselhar às possíveis vítimas a jamais reagir à uma situação dessa, mas se M.A.S não tivesse tentado a sorte, poderia, não só ter perdido seu carro, como também ter sido morta ou sofrido algum outro tipo de violência. 

Mesmo assim, me cabe aconselhar a não reagir em situação de assalto.
Carlos Leal, sem papas na língua. 

Categoria: ,

Espalhe por aí

0 comentários