Três elementos são presos suspeitos de atear fogo em um gato vivo em Águas Lindas

Gil Silva | 11:25:00 | 0 comentários

O Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) estava em patrulhamento pela cidade, quando receberam um vídeo onde um gato sofria maus-tratos, o animal teria sido queimado vivo e depois morto a pauladas por adolescentes, de posse das informações os militares do GPT 17BPM  sargento Lino, sargento Renato, cabo Sales e soldado Morais, com o intuito de identificar e localizar os autores desse crime bárbaro de grande repercussão nas redes sociais, foi feitas incansáveis abordagens pela cidade com objetivo de colher mais informações sobre o caso, até que em um determinado setor, a equipe de GPT conseguiu a informação que um dos autores morava por ali, então foi feito levantamento minucioso no referido setor onde a equipe logrou êxito em identificar e abordar um dos envolvidos, e que com a detenção dele, com um pouco mais de tempo se chegou a mais dois envolvidos em locais diferentes da cidade. Todos foram encaminhados para a DP local juntamente com a testemunha que fez uma das filmagens, onde foram autuados por crime de maus tratos a animais.

Veja o vídeo clicando aqui

Categoria:

Espalhe por aí

0 comentários