Polícia Civil desarticula quadrilha que furtava celulares em comércio com atuação em 9 estados

genildotvcmn@gmail.com | 11:21:00 | 0 comentários



A Polícia Civil do Distrito Federal deflagrou nesta manhã (20/06) a Operação Parasitus que desarticulou uma organização criminosa especializada em furto de aparelhos celulares em comércios. O grupo, baseado em Santo Antônio do Descoberto (GO), tem atuação em pelo menos nove unidades da federação, inclusive no Distrito Federal. Com modus operandi altamente articulado, a quadrilha planejava com detalhes cada etapa dos crimes. Três ou quatro integrantes entravam na loja pouco antes do fechamento e saíam pela manhã, quando o estabelecimento era reaberto, carregando tablets, notebooks e telefones celulares. Do lado de fora, uma equipe aguardava para a fuga. Os equipamentos eram posteriormente revendidos de forma clandestina a receptadores e, em seguida, comercializados, geralmente em feiras.

A investigação da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos (DRF) confirmou pelo menos 47 crimes de furtos em lojas cometidos pela quadrilha, desde o início de 2015, sendo 19 no Distrito Federal, 18 em São Paulo, dois na Bahia, dois em Goiás, um em Mato Grosso, um no Pará, um em Minas Gerais, dois no Rio de Janeiro e um em Santa Catarina. Em apenas 20 das 47 ocorrências, os criminosos levaram 2.041 celulares. O prejuízo foi de pelo menos R$ 2 milhões. Apenas entre maio e junho de 2016, nos estados do Sudeste e Centro-Oeste, os furtos causaram um prejuízo às lojas de R$ 1,6 milhão.  Entre as redes que foram alvo dos ladrões estão as Casas Bahia e Ponto Frio. Apenas em uma ocorrência, foi registrado o furto de 451 aparelhos celulares, em Votorantim (SP), no Shopping Iguatemi. Trata-se de uma megaoperação, autorizada pela 4ª Vara Criminal de Brasília, que conta com a participação de 280 policiais, sendo 45 delegados, 10 escrivães de apoio e 225 agentes, para cumprir mandados de prisão temporária de 34 suspeitos de integrarem a organização criminosa. Os policiais civis também realizam buscas e apreensões nos endereços dos investigados, a maioria em Santo Antônio do Descoberto, no Entorno do DF.

Entre os alvos, muitos têm antecedentes criminais por homicídios e roubos qualificados, com histórico de violência. Durante as buscas, policiais da DRF encontraram armas em poder dos criminosos.

Categoria: , ,

Espalhe por aí

0 comentários