Coleta de lixo feita com caminhões caçamba sacrifica os garis

Unknown | 10:34:00 | 0 comentários

Coleta de lixo está sendo feita com caminhões caçamba
Parece que a Prefeitura de Águas Lindas faz vista grossa as péssimas condições de trabalho impostas aos coletores de lixo urbano, como se nada tivesse a ver com o assunto.



A utilização de caminhões caçamba para coletar lixo, contraria as normas da CONAMA e da ABNT.
São inúmeras condições que colocam em risco a segurança do trabalhador (gari coletor). Vemos quase que corriqueiramente trabalhadores em cima das caçambas pisoando o lixo coletado para que caiba ainda mais lixo. São grandes os riscos de acidente a que são impostos durante toda jornada de trabalho, riscos que vão desde pequenos acidentes e contaminação até o risco de morte por atropelamento ou queda de cima da caçamba.
Presenciamos, as péssimas condições de trabalho dos garis, que são expostos ao esforço subumano durante a jornada de trabalho, porque precisam içar o lixo coletado para depois jogá-lo na caçamba do caminhão que é muito alta. Isso é expor os trabalhadores em severa condição de constrangimento numa flagrante analogia de trabalho escravo.
Dizer que a prefeitura não tem nada a ver com isso, é omitir o verdadeiro papel do gestor público de exigira da empresa contratada o comprimento do edital de licitação e das Leis trabalhista, em flagrante descaso com a classe trabalhadora que presta serviço de tamanha relevância para população aguaslindense.
Vejam o que encontramos sobre o assunto:
_Os caminhões compactadores apresentam as seguintes características e vantagens:
_Capacidade de transportar muito mais lixo que as carrocerias sem compactação;
_Baixa altura de carregamento (no nível da cintura), facilitando o serviço dos coletores que consequentemente apresentam maior produtividade;
_Rapidez na operação de descarga do material, já que são providos de mecanismos de ejecção;
_Eliminação dos inconvenientes sanitários decorrentes da presença de trabalhador arrumando o lixo na carroceria ou do espalhamento do material na via pública.
_Desvantagens da coleta por caminhões caçambas:
_Lixo espalhado pelas ruas devido à ação do vento e baques durante o percurso;
-A altura da carroceria exige dos garis grande esforço na manipulação do lixo:
_Falta da plataforma de apoio e alças para segurar;
_Lixo que pode cair e atingir outros veículos em circulação provocando acidentes que podem até mesmo serem de natureza grave ou fatais;
_Liberação de forte odor causando náuseas nas pessoas que transitam próximas do caminhão.
_Art. 8º – Os veículos utilizados para coleta e transporte externo dos resíduos de serviços de saúde devem atender às exigências legais e às normas da ABNT;
Sob a proteção do sigilo alguns garis disseram que trabalham em exaustão, mas não podem reclamar porque correm o risco de serem perseguidos e perderem o emprego.

É preciso considerar que o trabalhador precisa trabalhar
bem, “e” com rapidez, “e” com segurança, “e” com
qualidade, “e” com baixo custo, o que levou Hubault
(2004) a afirmar que a dificuldade do trabalho real e a
questão da competência concentram-se na conjunção
“e”, cujas regras operacionais não são jamais explí-
citas. Seguindo os modelos analíticos, a organização
prescreve cada tarefa isoladamente, sem formalizar as
interações. Aqui se manifesta a complexidade da atividade,
sempre além da somatória das tarefas diversas.
Assim, a atividade participa de uma criação, de um
processo de emergência de uma solução que não resolve
nada definitivamente, mas que o operador gerencia sob
uma forma necessariamente contingente e mutável,
o problema que a exigência de produzir lhe coloca
continuamente (HUBAULT, 2004, p. 106). Os indiví-
duos gerenciam os diferentes aspectos que compõem
seu trabalho, coletiva e individualmente. Esta complexidade
se transforma, evolui, apresenta sempre novas
exigências para o operador, por exemplo, quando a
equipe recebe um novato. Assim, quando os fatores
envolvidos no trabalho não permitem a gestão desta
complexidade, ou quando o trabalhador não possui
qualificação suficiente para lidar com as características
complexas de seu trabalho, podem ocorrer, por
exemplo, uma sobrecarga de trabalho, ou até mesmo
acidentes catastróficos.
Aspectos de complexidade do trabalho de coletores de lixo domiciliar:
a gestão da variabilidade do trabalho na rua
AUTORES:
Renata Campos Vasconcelos
Francisco de Paula Antunes Lima
João Alberto Camarotto
Ana Carolina Medeiros da Silveira Abreu
Augusto Otávio Silveira Coutinho Filho


Categoria: , ,

Espalhe por aí

0 comentários