Morte de idosa de 80 anos pode ter sido por maus-tratos e a Polícia Civil investiga o caso

Unknown | 16:16:00 | 0 comentários





Uma cuidadora de idosos que há cerca de 15 dias cuidava da senhora Elizabeth Alves Juvenal de 80 anos, ao chegar no domingo (03/05), na Qd. 36 do Pinheiro 4, se deparou com a mesma deitada de buço com falta de ar, um líquido vermelho saindo pela boca (não se sabe se era sangue ou vômito) e correu até o posto de saúde mais próximo chamando uma técnica de enfermagem que fez o primeiro atendimento. Em seguida, chamaram o SAMU que a encaminhou para o Hospital Bom Jesus onde a vítima ficou internada.


A princípio, o médico informou que a senhora havia morrido, mas depois juntamente com sua equipe conseguiram reanima-la, porém o estado de Elizabeth era muito grave. Ainda segundo o médico, a vítima parecia estar com os braços quebrados e desde quando começou a cuidar da saúde da mesma notou que era bem desnutrida chegando a pesar uns trinta quilos, soube através da vizinhança que o filho deixava faltar alimentos, material de higiene pessoal e o mais grave é que haveria denúncias de maus-tratos contra o filho dela.

A senhora morava com o filho, a nora e os dois netos que segundo informações chegou a ter problemas com a nora.

A cuidadora não soube falar se a vítima foi agredida realmente no fim de semana, apenas que trabalhou na última quinta (antes do feriado) e quando foi embora a vítima estava muito bem, só quando voltou que viu a Elizabeth debilitada, quase morrendo.

O Hospital comunicou que a senhora veio a óbito em razão de estado terminal de câncer, não tendo sido constatado maus-tratos e registrou novo B.O de morte natural.

A Polícia Civil agora irá investigar o caso para confirmar se realmente foi maus-tratos já que diversas escoriações e cortes foram encontrados na paciente.

A TV CMN já mostrou uma reportagem que repercutiu no Brasil todo falando a respeito de maus-tratos, fome, abandono e gritos que os idosos e doentes mentais estavam passando no ano passado em 2014 em casas de repouso. As imagens falavam por si só e durante 1 mês foi feita toda a investigação necessária para que os donos e quem agrediu os doentes fossem presos fazendo a justiça cabível.


Com informações: Polícia Civil

Categoria: , , ,

Espalhe por aí

0 comentários