GPT não dá trégua pro tráfico de drogas

Unknown | 10:43:00 | 0 comentários

Carlos Leal



Mais uma vez policiais do GPT de Águas Lindas deram o bote certo, começando a semana fazendo uma grande apreensão de armas, munições, drogas e levando três elementos pra cadeia. Toda operação começou quando nessa segunda-feira (19/08). A equipe formada pelo cabo Wendel, cabo Rinaldo, cabo Altevir e soldado Welington patrulhava o setor Jardim da Barragem-5, tomando conhecimento de uma desavença entre desafetos com ameaça de morte feita entre eles. De posse das informações, a equipe passou a circular com a VTR-6051, (temida barca do GPT, que bandido nenhum quer ver).



Dado momento, avistaram um dos suspeitos fazendo a abordagem do mesmo, mas, na revista pessoal nada encontraram. Perguntado sobre arma com a qual teria ameaçado seu desafeto, o elemento respondeu que era emprestada de um bom amigo, ainda sugestionou que os policiais poderiam ir à casa dele pra constatar que não estava mentindo. Para não decepcioná-lo, os policiais educadamente aceitaram a sugestão. Foram à casa do elemento e fizeram aquela varredura e nada de arma, mas, de repente, encontraram outra coisa, um pó branco. Aquele pó, que de hoje em diante vou chamar de “rapé do capeta”, era cocaína, “rapé do capeta”.  O elemento foi preso e identificado como, Mailto Pereira dos Reis de 34 anos.




Já no “grampo” Mailto levou os policiais até a casa do amigo que lhe emprestou a arma. Lá, encontraram um revólver calibre 32, e prenderam Rodrigo Alves Tavares de 29 anos. Também descobriram um armeiro, e com ele duas espingardas de pressão (adaptadas para calçar munição calibre 22), que tem poder de transpassar uma parede. Uma pistola de grosso calibre (fabricação artesanal), uma garrucha calibre 22, uma espingarda cromada e munições diversas. O armeiro foi preso e identificado como sendo Raimundo Carvalho da Silva de 54 anos.







Com a barca cheia, a equipe do GPT foi direto pra Delegacia (CIOPS) de Águas Lindas e mais uma vez fez aquela tradicional entrega em domicílio, deixando lá, todos e tudo aos cuidados da Polícia Civil para os procedimentos de praxe.

COMENTÁRIO DO REPÓRTER:

O GPT pode até não acabar com o tráfico de drogas em Águas Lindas, mas que em todo serviço a equipe está chegando à Delegacia com a barca cheia, isso tá! Como me disseram os homens de preto do GPT, “podemos não acabar com o tráfico em Águas Lindas, mas vamos continuar tentando”, finalizaram dizendo que, desistir nunca.

Carlos Leal, sem papas na língua.

Fotos: Genildo Macedo/TV CMN

Categoria:

Espalhe por aí

0 comentários