Feriado começa com mortes no Distrito Federal

Unknown | 10:15:00 | 1 comentários

No primeiro dia de Carnaval, pelo menos dois acidentes de trânsito interromperam a vida de motoristas e passageiros no Distrito Federal. O mais grave aconteceu no quilômetro 10 da BR-020, onde dois carros  colidiram frontalmente. O motorista de um Celta cinza, que saiu de Planaltina e trafegava no sentido Plano Piloto, teria perdido o controle do carro embaixo do viaduto de entrada de Sobradinho. O veículo invadiu a pista contrária em um trecho onde havia uma brecha entre as muretas de contenção que separam as   vias. O carro bateu de frente com um Peugeot Partner, que vinha no sentido contrário.



O acidente aconteceu por volta das 11h30. Os dois passageiros que estavam no Celta morreram na hora. Quem dirigia o veículo era Paulo Murilo Alves, 32 anos, que ficou preso às ferragens. O Corpo de Bombeiros também teve dificuldade de retirar o corpo de André Cabral, de 29 anos, que  teve braços e pernas esmagados. 

Ferimentos

Já os pacientes do  Peugeot Partner – um casal e uma menina de 12 anos – foram socorridos conscientes. O homem foi levado para o Hospital de Base com fratura exposta na tíbia – osso  localizado entre os joelhos   e os pés.

A mulher, de idade não revelada, e a criança, que teve fratura no fêmur, foram levadas pela viatura do Corpo de Bombeiros ao Hospital Regional de Sobradinho. Os pais da  menina são amigos do motorista do carro.  Dentro do veículo a polícia encontrou  malas. Nenhum dos três   corre risco de morte.




O agente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) identificado apenas como R. Amorim explica que  não havia nenhum sinal de que o motorista do Celta havia consumido bebida alcoólica.

Familiares das vítimas contaram que os   rapazes eram amigos e  tinham ido até a Feira dos Importados no SIA. Eles voltaram para Planaltina e perceberam que deixaram de comprar algum produto. Foi quando  decidiram retornar à feira, e logo   o acidente aconteceu. Os dois morreram na hora.

Ponte JK

 Na Ponte JK, sentido Lago Sul, um motorista  bateu um  VW Gol  em um poste. A frente do carro ficou destruída.  O motor e outras peças foram arremessadas para o outro lado da via. O condutor sofreu ferimentos leves e foi para casa de carona, abandonando o veículo no local. Ele foi localizado na residência, dormindo. Testemunhas disseram que o homem não apresentava sintomas de embriaguez.

Operação de retirada trabalhosa

Os bombeiros demoraram cerca de meia hora para retirar  cada   corpo   presos às ferragens. A Polícia Civil também fez perícia no local e a operação só terminou por volta das 15h30, quando a pista começou a ser limpa.  O trânsito já formava um longo engarrafamento quando a via foi liberada.
Segundo o comandante da operação do Corpo de Bombeiros, aspirante Eduardo Lima, o socorro chegou ao local 15 minutos depois do acidente. Ele explica que a retirada do corpo do passageiro foi mais complicada.    "Tivemos que usar uma ferramenta de desencarceramento.  Com a batida, os dois carros ficaram completamente destruídos", destaca.

Movimento

O bombeiro lembra que, no período de festas, a quantidade de veículos nas rodovias do DF aumenta  consideravelmente.  "O fluxo   aumenta cada vez mais, o que provoca acidentes ainda mais graves", observa.

O irmão de André  estava muito abalado. Ele conta que soube do acidente por telefone. "Logo depois que tudo isso aconteceu, minha irmã me ligou e falou que meu irmão tinha falecido nesse acidente. Nem imagino como tudo isso ocorreu", emociona-se.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília
Fotos: Ollivon


Categoria:

Espalhe por aí

1 comentários