Prefeitura nega surto de meningite após três mortes em Águas Lindas de Goiás

Unknown | 13:38:00 | 0 comentários


Três mortes causadas por meningite já foram registradas em Águas Lindas de Goiás, cidade na região do Entorno do DF. Outros seis casos da doença foram confirmados, mas a prefeitura da cidade nega que há um surto no município.

No site de notícias da cidade, há confirmação de que duas pessoas morreram por meningite. Não consta a morte de Maria Caroline Ferreira, de 13 anos. Segundo o irmão dela, o caso nem chegou a ser contabilizado.

A meningite é uma doença que atinge adultos e crianças. Pode ser causada por vírus ou bactéria. A transmissão ocorre pelo contato da saliva, ou gotículas de saliva do doente, com órgãos respiratórios de uma pessoa saudável. Os sintomas são febre alta, dores de cabeça, rigidez no pescoço, fraqueza e manchas vermelhas na pele. A meningite chega a matar em 10% dos casos, principalmente porque a doença evolui muito rápido. Com Maria Caroline foi assim. A adolescente morreu em dois dias.

Maria Caroline estudava em uma escola estadual de Águas Lindas. Ela foi liberada da aula logo que começou a passar mal. Os sintomas da doença apareceram rapidamente. A adolescente foi para o Hospital Regional de Taguatinga onde esperou quatro horas para ser atendida. No dia seguinte, a adolescente morreu. Segundo a família, o médico confirmou que a causa foi meningite.

O pai da garota, o serralheiro Miguel Moura, diz que tem mais sete moradores da região com a doença. Ele denuncia que apenas a família dele e os colegas de classe da filha foram vacinados como prevenção da meningite.

Os moradores estão preocupados, principalmente os vizinhos de Maria Caroline. Reginaldo diz que o governo anunciou campanha de vacinação, mas quando levou os filhos para tomarem a dose contra meningite, ela não estava disponível nos postos de saúde.

A prefeitura promete iniciar na próxima semana uma campanha de vacinação na cidade contra a meningite, mas só para crianças de zero a dois anos.

A Secretaria de Saúde do DF informou que a paciente Maria Caroline recebeu todo o atendimento adequado e que somente uma análise completa do prontuário poderá dar mais informações a respeito da causa da morte.

A nossa equipe também fez uma matéria no dia (23/01) onde relatamos o caso de Matheus, o secretário negou que tem surto. Relembre o caso.

Fonte: Do R7, com TV Record Brasília



Categoria:

Espalhe por aí

0 comentários