Segundo informações, o crime teria acontecido na última segunda-feira (20) no setor Jardim Brasília. 

A palmeira foi colocada recentemente pela prefeitura para ornamentar a cidade e deixa-la mais bonita. Até o momento não se tem nenhuma pista de quem possa ter feito isso. 

O prejuízo com certeza é sempre do contribuinte que paga caro por isso.
A vítima recém-chegada do estado da Bahia estava sumida desde sexta-feira passada.


Uma adolescente de 16 anos foi encontrada morta na quadra 77 no setor Pérola em Águas Lindas de Goiás. A vítima foi morta e teve o corpo esquartejado e colocado dentro de uma geladeira. O principal suspeito seria é um açougueiro que trabalha na região por nome de Vanderson de Almeida e encontra-se foragido. Não se sabe o motivo do crime ainda, a polícia estar trabalhando no caso.

Estamos apurando mais informações sobre este crime bárbaro.

Animais estavam concentrados próximos a uma árvore. Segundo moradora da cidade, há relatos de animais mortos em outras fazendas também da região.


Após uma tempestade forte com muitos raios, quinze vacas foram encontradas mortas em uma fazenda da zona rural de Itaberaí, no centro de Goiás. Quem conta é a aposentada Lúcia Gonçalves Xavier, de 60 anos. Segundo ela, a situação ocorreu na fazenda da irmã, quando os animais estavam se escondendo sob uma árvore e acabaram tomando uma descarga elétrica.
“Realmente elas foram eletrocutadas. Inclusive, conversando com minha irmã, ela disse que no mesmo dia morreram animais em outra fazenda próxima à dela. [...] Os animais tentam se proteger debaixo das árvores sem noção do perigo e acabam morrendo.”, contou.
Lúcia disse que o temporal caiu na noite de quinta-feira (16). Segundo ela, as chuvas na cidade costumam ter muitos raios e trovões e que, na data, não foi diferente.
Apesar da perda dos animais, ela disse que não houve feridos na fazenda. “Graças a Deus, só mesmo o susto pelo barulho do trovão.”, afirmou.

Tempo

Gerente do centro de meteorologia da Semad, André Amorim contou que a incidência de raios na região não é uma constante, mas sim um fato isolado.
“Provavelmente, se ocorreu, a nuvem de tempestade estava com bastante descarga atmosférica que atingiu esse rebanho.”, comentou. Amorim afirmou que acidentes com gado acabam sendo comum quando há raios.
“Costumeiramente, o gado vai para debaixo de uma árvore ou cerca e o raio cai e mata vários ao mesmo tempo. Infelizmente, tendo eminencia, a pessoa tem que se proteger ou tirar criação do pasto.”, afirmou.

Este será o primeiro ano sem coligações partidárias para as Câmaras Municipais. Políticos do Distrito Federal ensaiam apoios e aproximações com futuros aliados




As eleições municipais de 4 de outubro podem não ser no quadrado brasiliense, mas, ainda assim, estão diretamente conectadas aos interesses políticos e econômicos da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride), área que engloba 29 municípios goianos, o DF e quatro municípios mineiros. Só nas 12 cidades que fazem limite com a capital, o Entorno, há mais de 600 mil eleitores, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). As áreas vizinhas dividem com a capital infraestrutura, transporte, saúde, educação e segurança pública. Tradicionalmente, os partidos veem nesta relação uma oportunidade para alinhar os interesses entre as regiões. Por esse motivo, mesmo faltando meses para o pleito, a articulação política já começou.

Em 2020, será o primeiro pleito em que os partidos não poderão fazer coligações para eleição de vereadores. As alianças valerão apenas para a escolha de prefeitos. Apesar de ainda não se ter nomes indicados para a disputa, a movimentação começa a aparecer não só dentro das sedes goianas e mineiras vizinhas, como também no meio de políticos do DF.
 
O governador Ibaneis Rocha (MDB) dará apoio aos correligionários, mas garante que evitará promover um espaço de guerra política na região. “Vou ajudar os candidatos do meu partido. Mas vou tentar ao máximo manter a independência. O Entorno não é território para disputas. Brasília e região precisam de paz, afinal, são territórios da nação”, disse ao Correio.

Vice-governador do DF e presidente do Avante-DF, Paco Britto identifica esta eleição como um teste para o pleito nacional de 2022. “Vamos nos reunir com o presidente do partido de Goiás em uma reunião em fevereiro. Teremos alguns nomes para os municípios, não em todos, mas onde tivermos o nome de um candidato forte, vamos colocá-lo para prefeito. O fato de não ter as coligações proporcionais influencia nas nominatas. O Avante no DF saiu sozinho, fez quase 100 mil votos e dois deputados distritais sem coligação; então você tem que montar a nominata corretamente, para que ela seja bem votada”, afirmou.
Em Goiás, o PSDB tentará recuperar poder nessas eleições municipais. Os tucanos deram a largada para as articulações da legenda com uma série de 25 encontros regionais em setembro do ano passado. De acordo com o senador e presidente do PSDB-DF, Izalci Lucas, as definições finais devem ocorrer em abril.
“Nos últimos tempos, têm ocorrido muitas trocas de partidos, e temos de esperar para saber quais siglas vão ser coligadas e quais os nomes mais fortes em cada região. Com o fim das alianças para vereadores, muita coisa muda também. Com certeza, por essa razão, a quantidade de partidos menores deve diminuir. Então, teremos que ser mais exigentes com os nomes para candidatos”, explicou.
De acordo com o deputado distrital Chico Vigilante (PT), o Entorno é dependente do DF; portanto, é preciso que o partido tenha prefeitos e vereadores que estejam sintonizados com as ideias e com as políticas da capital do país. “A previsão é de que agora, passado o período de festas, voltemos a nos sentar com o PT de Goiás para alinhar as propostas de candidaturas com políticas que integram o DF e o Entorno”, avaliou.
Também de olho na relação do DF com o Entorno, o Republicanos começou as tratativas com presidentes da sigla nas cidades da região. Municípios como Valparaíso, Novo Gama e Águas Lindas de Goiás estão na mira para a articulação de alguns nomes de candidatos. Segundo o deputado federal Júlio César (Republicanos) a aproximação dos diretórios está em andamento. “Vou começar a aumentar minhas visitas ao Entorno, justamente para fortalecer o partido. Nós temos a perspectiva de alguns candidatos. Em Águas Lindas, temos dois vereadores, um com a tendência de ser candidato a prefeito e o outro tentará reeleição”, citou.

Mudança

De acordo com a deputada distrital Júlia Lucy (Novo), para essas eleições, o partido lançará candidaturas em apenas 70 municípios em todo o país. A maioria em Minas Gerais, estado governado por Romeu Zema, da mesma legenda. Ela avalia como positivas as mudanças na legislação eleitoral e destaca que o Novo disputou as eleições de 2018 sem fazer coligações.
 
“As legendas de motel, que só servem para angariar o recurso do fundo partidário e ficar se alugando em período eleitoral, vão perder força, e isso é muito bom. Essa é uma eleição muito importante para a eleição federal. Aquele partido que conseguir fazer mais eleitos agora está construindo uma base maior para as eleições presidenciais, e eu acho que o resultado dessas eleições de agora vão provar se o povo está aprovando ou não essa gestão de Jair Bolsonaro”, afirmou.

O Ministério da Saúde começa a distribuir nesta quinta-feira (9) 1,7 milhão de doses da vacina pentavalente aos estados, que vão encaminhá-las em seguida aos municípios. De junho a dezembro do ano passado, a oferta foi irregular por causa de problemas com os fornecedores. A vacina garante proteção contra cinco doenças: difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e a bactéria Haemophilus influenza tipo B (responsável por infecções no nariz e na garganta).

Segundo o ministério, o Brasil compra a vacina por meio do Fundo Estratégico da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), pois não existe laboratório produtor no país. Em julho de 2019, lotes do laboratório pré-qualificado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) foram reprovados no teste de qualidade do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde e em análise da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Em agosto, o Ministério da Saúde solicitou reposição do produto, mas, naquele momento, não havia disponibilidade imediata no mercado mundial.
Em São Paulo, a vacina pentavalente, destinada a bebês a partir de 2 meses de idade, continua em falta em algumas unidades básicas de saúde (UBS), mas é possível encontrá-la em pequenas quantidades em outras. Aplicada aos 2, 4 e 6 meses de vida, a vacina imuniza os bebês contra tais enfermidades. É ainda necessário aplicar o reforço aos 15 meses e aos 4 anos de idade.
Assim como a pentavalente, a vacina DTP, que previne contra difteria, tétano e coqueluche, estava em falta nos postos de São Paulo, mas já é encontrada nas UBS. A vacina é aplicada como reforço aos 4 anos.
A reportagem da Agência Brasil apurou, na manhã de hoje que, na zona leste, as vacinas não eram encontradas na UBS Oratório e na de Vila Formosa II. A UBS de Vila Formosa I tinha as duas vacinas. Na zona oeste, na UBS Parque da Lapa e na Ipojuca, as vacinas DTP e pentavalente estavam disponíveis em poucas doses.
Já na UBS Vila Dionísio, na zona norte, faltava a pentavalente, mas havia a DTP. Na UBS Vila Ramos, também na zona norte, havia a DTP e a pentavalente tinha acabado de chegar ao local. Na UBS Santo Amaro, na zona sul, não havia disponibilidade da pentavalente, apenas da DTP e, na UBS Mooca, zona leste, o atendente informou que havia doses suficientes de DTP e pentavalente para a população.

A recomendação dos atendentes é ligar todos os dias para as UBS para saber sobre o abastecimento das vacinas.

Novo lote

Em nota divulgada pela prefeitura de São Paulo, a Coordenadoria de Vigilância em Saúde (Covisa), explicou que a liberação de um novo lote da vacina pentavalente depende da baixa do termo de guarda (BTG), concedida pela Anvisa,segundo circular da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, e segundo o Boletim Epidemiológico de dezembro do ministério. De acordo com a nota, as coordenadorias regionais de saúde estão remanejando as doses quando é possível, com o objetivo de manter a disponibilidade da vacina nas regiões.
A nota acrescenta que está previsto o recebimento de algumas doses da vacina no início da segunda semana deste mês e que, assim que chegarem, serão rapidamente distribuídas a todas as salas de vacina do município. A vacina pentavalente tem como público-alvo crianças de 2, 4 e 6 meses de idade.
O Programa Municipal de Imunizações da Divisão de Vigilância Epidemiológica da Covisa informou ainda que a vacina DTP, distribuída pelo Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, aguarda análise conclusiva do Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde quanto aos aspectos de qualidade, segurança e eficácia, para que sua distribuição seja autorizada. No texto, a Covisa admite que "há desabastecimento da DTP nas salas de vacinas do município de São Paulo" e conclui que ainda não havia previsão de data para normalização do abastecimento.
Edição: Nádia Franco
O crime foi todo gravado por câmeras de segurança do local.


Três elementos, sendo uma mulher e dois homens estão sendo procurados pela polícia de Águas Lindas de Goiás, eles são suspeitos de assaltar uma loja de roupas no setor pérola. O crime foi no último dia 09/01. Câmeras de segurança da loja registrou toda ação dos bandidos.

Nas imagens dar pra ver que um casal entra na loja e procura algumas peças de roupas e pede ajudar de uma funcionária, momentos depois a funcionária é rendida e o assalto é anunciado. Um dos elementos saca uma arma que a polícia ainda não saber dizer se era falsa ou verdadeira enquanto a mulher envolvida tira de dentro da roupa uma enorme faca e ameaça todo tempo a funcionária. Um terceiro elemento entra na loja e começa e recolher as roupas. O tempo todo os funcionários eram ameaçados. Uma cliente chega na loja e também é ameaçada. Nenhum elemento envolvido nesse assalto foi preso pela polícia.


Uma equipe da polícia militar foi acionada via COPOM (centro operacional da PM) para comparecer até um endereço no setor Jardim Paraíso. Os policiais da viatura 10176, sargento Adelimar, cabo Bontempo e soldado de Araújo foram até o local informado e quando chegaram na residência encontraram um elemento no interior da residência. Nesse momento os policiais deram voz de prisão ao homem. Sebastião Alves Ribeiro disse aos policiais que estava passando precisão e resolveu mexer onde não devia. Os policiais encontraram algumas ferramentas, além de várias tomadas da instalação elétrica da casa, um aparelho de celular e uma mochila. O elemento foi conduzido à delegacia onde foi atuado por furto qualificado.

Os dois policiais militares, um deles é o soldado Saulo da ROTAM de Luziânia e o outro é o soldado Eduardo do GTOP 34 de Planaltina/DF. Os dois estavam em Planaltina-DF quando ouviram diversos disparos de arma de fogo e resolveram irem na direção dos sons. Logo de imediato, os policiais avistaram um elemento baleado e já sem vida no chão e três suspeito tentando fugir do local, nesse momento os policiais deram voz de prisão aos suspeitos que logo resolveram se entregar. 

Com os elementos os policiais encontraram uma pistola calibre 380 e um revólver calibre 38. A vítima não tinha sido identificada e acabou morrendo ali mesmo.

Os três suspeitos foram conduzidos para a delegacia de planaltina-DF onde foram atuados em flagrante delito por homicídio qualificado.

Ele teria reagido a um assalto. Houve troca de tiros. Os suspeitos fugiram do local

Do jornal Petrópolis



Conhecido por ostentar uma arma calibre .12 e realizar muitas apreensões de drogas e armas, o sargento aposentado da Polícia Militar José Carlos Bonina, o “Véi da 12”, foi baleado na madrugada desta segunda-feira (30/12/2019), em Ceilândia. O caso ocorreu próximo ao Sesc. Ele estava parado dentro do carro. Dois suspeitos armados anunciaram o assalto e o policial reformado reagiu.

Houve troca de tiros e o sargento foi baleado na clavícula. Os suspeitos fugiram do local e ainda não foram localizados. O militar da reserva foi levado para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC) onde passou por procedimento cirúrgico e está consciente e estável. Câmeras de segurança de um prédio próximo ao local registraram o momento do crime.

As imagens mostram o momento em que Bonina está dentro do veículo e dois homens se aproximam. Um deles saca uma arma que estava na cintura. Em seguida, o militar reage e abre fogo pelo para-brisas do veículo. Diante da troca de tiros, os ladrões se separam e correm para lados opostos. Um deles aparenta ter sido baleado.

Mesmo atingido, o militar desce do carro e caminha antes de se sentar encostado em um muro.

Operação Hórus
Em 29 de maio, Bonina foi alvo de busca e apreensão durante a Operação Hórus. Policiais civis e promotores do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) foram até a casa do militar para cumprir o mandado expedido pela Auditoria Militar do Distrito Federal. Os investigadores apuravam o envolvimento de PMs em grilagem de terras no Setor Habitacional Sol Nascente.

“Hoje é o dia mais triste da minha vida. Estava no curso e recebi a ligação da minha filha. Ela me disse que a Polícia Civil e a PM estavam na minha residência. Sei que isso é politicagem. Eu não sou envolvido com grilagem ou corrupção. A única coisa que faço lá é a entrega de frutas e verduras para a comunidade”, disse o militar, em um vídeo divulgado nas redes sociais no dia da operação. “Sou um homem de fé, mas, nessa hora, meu camarada, tem que chorar. É uma perseguição que eu já estava ciente”, ressaltou na época.

Nas últimas eleições, ele se candidatou pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN) a deputado distrital, mas não foi eleito.



Os policiais cabo Aguiar e soldado F. Silva que estavam na viatura 10185 estavam em patrulhamento quando a equipe de CPU (comando de patrulhamento urbano) entrou em contato com a equipe dizendo que no setor Jardim Barragem II uma criança tinha sido assaltada por um elemento usando uma suposta arma de fogo onde na ocasião foi levado um aparelho de celular que a vítima estava. S policiais militares então foram até o local onde conversou com o pai da vítima, ele disse aos policiais que sua filha de apenas 9 anos estava no portão de casa mexendo ao celular quando o suspeito apareceu e anunciou o assalto. Rapidamente os policiais intensificaram o patrulhamento na região, mas ao chegar no setor Jardim Barragem IV, na quadra 74 onde os policiais acabaram encontrando o suspeito. Ele foi abordado e acabou confessando o crime. Os policiais encontraram o celular da vítima além de um simulacro (arma falsa ou de brinquedo) usada durante o assalto. 


O elemento preso trata-se de Thális dos Santos de 18 anos e tem o apelidou de “Lanchinho”, individuo bastante conhecido na região pelo os diversos roubos que ele tem cometido, principalmente a transeuntes nas regiões dos setores Barragem I, II, III e IV, além de outros. O elemento foi conduzido à delegacia onde vai responder por roubo.

Em comparação com o mesmo período de 2018, houve redução de 50% nos acidentes com mortes; quantidade de feridos, porém, registrou aumento. PRF alerta para o feriado de fim de ano

A quantidade de acidentes registrados nas rodovias federais que cortam o estado de Goiás aumentou. Durante o feriado de Natal, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 54. No mesmo período do ano passado, houve 52 registros de acidentes. Um aumento suave, mas que impacta no número de feridos: em 2019, 79 pessoas ficaram feridas, enquanto em 2018 foram 56.

Por outro lado, o número de acidentes com mortes diminuiu. Foram 10 no ano passado, enquanto no ano vigente foram cinco. No entanto, os números da PRF mostram que houve redução de 39,1% nas autuações. Entre 20 e 25 de dezembro de 2018 foram 3.891, enquanto esse ano a polícia registrou 2.367.

Entre as infrações mais detectadas pela PRF está a ultrapassagem em locais proibidos. Somente este ano 294 motoristas foram flagrados com esse tipo de contravenção. Em 2018 foram 254. A falta de uso de cinto também é comum. A polícia flagrou 154 condutores sem o equipamento obrigatório de segurança.  

“Apesar de os números de acidentes e feridos serem maiores do que ano passado, as mortes caíram. A preocupação maior começa a partir do sábado, quando muita gente começa a pegar a estrada em função da virada do ano”, diz inspetor Newton de Morais. “Preocupa também condutores insistindo em ultrapassagens proibidas, já que flagramos mais neste ano durante o Natal”, alerta.

A orientação, segundo a PRF, é para que motoristas tomem cuidados básicos antes de pegar a estrada nos feriados prolongados. Principalmente em relação a documentos do veículo, dos passageiros e que o carro esteja com a revisão de rotina em dia. 

Distrito Federal
A PRF do Distrito Federal registrou 29 acidentes, os quais resultaram em 37 pessoas feridas e quatro mortes. O número de acidentes reduziu em um, em relação ao mesmo período do ano passado, porém foram 13 pessoas feridas a menos.

Em fiscalização, foram lavrados 985 autos de infração e 21 pessoas foram detidas, dentre elas, quatro por embriaguez. Dentre as infrações, 33 foram por alcoolemia, 35 por falta de cinto de segurança, 29 por crianças sem cadeirinha e 176 por ultrapassagens indevidas.
Policiais civis do Grupo “D” da 17ª Delegacia Regional de Águas Lindas realizaram, no dia 25 de dezembro, a entrega de brinquedos doados para crianças carentes de diversos setores na cidade de Águas Lindas de Goiás. A ação teve por objetivo de aproximar a comunidade, em especial as crianças, das forças de segurança, bem como promover a solidariedade e a fraternidade.
A iniciativa surgiu da vontade dos policiais de realizar uma ação solidária de Natal para levar alegria, carinho e amor às comunidades mais carentes da cidade e mostrar que a Polícia Civil está presente na região. Participaram da ação o delegado Felipe Socha, a escrivã Raquel, o papiloscopista Hudson e os agentes Lúcio e Zulmira.
Nos próximos plantões, outras entregas de brinquedos serão feitas por outros policiais do Grupo “D”, a fim de interagir com crianças dos setores mais carentes da cidade.
Uma forte chuva atingiu Águas Lindas de Goiás na tarde deste domingo (22).

 Muitas casas foram destelhadas. Em alguns pontos o que se via eram muros derrubados com a força do vento.  


O setor Mansões Camargo foi um dos mais atingidos, por lá o que se via eram casas destelhadas e paredes derrubadas. Muitas Placas, banner e outdoor estavam pelo o chão.

Em alguns setores ouve queda de energia. Não temos informações de vítimas até o momento.

A Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio da delegacia especializada GENARC (Grupo Especial de Repressão a Narcóticos) de Águas Lindas de Goiás – GO, coordenada pelo Delegado Cléber Martins, cumpriu dois mandados de busca e apreensão no bairro Setor 2.

De acordo com as prévias investigações, uma distribuidora de bebidas era utilizada como fachada para venda de drogas ilícitas. 

Em um dos pontos alvos da operação, o ponto comercial do tipo distribuidora, foram localizadas porções de maconha, sendo posteriormente realizada uma busca na residência do homem que estava tomando conta do ponto de venda de drogas. No local foram aprendidas uma balança de precisão, mais maconha, apetrechos para embalagem de drogas e um simulacro de arma de fogo do tipo pistola.

Diante dos fatos, a Polícia Civil prendeu em flagrante pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico, a pessoa de MARCOS PAULO ROCHA DE ARAÚJO.

O autuado foi recolhido à Cadeia Pública, local em que está à disposição da Justiça.

O disque denúncia do GENARC está disponível para a população através do WhatsApp (61) 99509-1608.
Denuncie, o sigilo é absoluto.
O Ministério Público Eleitoral acusa Túlio de captação ilegal de recursos para a campanha de 2018

Reviravolta na pré-campanha para as eleições de 2020. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassou, em sessão de 19 de novembro, o diploma de segundo suplente de deputado estadual Marcos Túlio Pinto da Silva por unanimidade (7 a 0). A condenação torna Túlio inelegível por oito anos. Ele era reconhecido pelo os próprios adversários, como favorito nas pesquisas eleitorais para prefeito.

O motivo foi a captação ilícita de recursos para sua campanha a deputado estadual em 2018, quando ficou na segunda suplência da coligação do DEM, partido do qual Túlio é filiado.

segundo denuncia do Ministério Público Eleitoral, acolhida pelo o TRE, Marcos Túlio Pinto da Silva recebeu e gastou R$ 220 mil do Eros Motel LTDA, do qual é sócio, contraindo a lei, que veda doações de pessoa jurídica para campanhas eleitorais. Túlio terá que devolver o dinheiro a empresa e, na impossibilidade, depositar na conta do tesouro nacional, segundo a sentença do TRE.
Segundo a lei da ficha limpa, após condenação por crimes eleitorais transitar em julgado, o indivíduo ficará inelegível por oito anos.
Marcos Túlio não pode, portanto, disputar as eleições de 2020. As pesquisas diziam que ele era candidato favorito a prefeito de Águas Lindas de Goiás.

Em resposta ao jornal “O Descoberto” Túlio disse que impetrou recurso especial do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Contudo, dificilmente Túlio terá sucesso em Brasília, pois o próprio Tribunal Regional Eleitoral determinou que em casos do seu tipo não merece acolhida pelo o TSE, por não sofrer dúvidas nem decisões contraditórias, além de que foram dados os meios de recursos ao reclamante, que não conseguiu sanar o problema.

Túlio foi condenado a devolver a empresa doadora (ou para ele próprio) R$ 220 mil e, na impossibilidade, depositar na conta do tesouro nacional. O candidato foi ainda condenado a pagar uma multa de R$ 16.138,57.

PROCESSO – No decorrer da demanda no Tribunal Regional Eleitoral, Marco Túlio tentou convencer um desembargador que os R$ 220 mil reais que saíram dos cofres do Eros Motel diziam respeito ao seu pró-labore de sócio com 90% das contas da empresa. Entretanto, o TER não acolheu a alegação, pois conforme consulta a sua declaração de renda de pessoa física de 2017, Túlio recebeu do Eros Motel rendimento de apenas R$ 7.209,15. Muito inferior aos R$ 220 mil que o ex-candidato declarou ter recebido em 2018.
PROCESSO Nº 0603722-08.2018.6.09.0000

Aquele montante foi transferido para a conta pessoal do candidato, que em seguida fez a doação do mesmo valor para a conta de sua campanha eleitoral, caracterizando, segundo o TRE, doação indireta de pessoa jurídica, o que é vedado pela resolução TSE nº 23.553/2017 doação de campanha por parte de pessoa jurídica. O Tribunal diz que Túlio deve restituir o doador ou, não dispondo de meios de fazê-lo, depositar diretamente na conta do Tesouro Nacional.

As explicações de Túlio não aceitas pelo TRE

O ex-candidato Marco Túlio Pinto da Silva do (DEM) juntou os comprovantes de depósito e os extratos da conta de campanha e também da conta pessoal, afirmando que: 

No dia 20 de Agosto de 2018, segunda-feira, foi iniciada a abertura da conta eleitoral do candidato Túlio, concluída com conformidade na sexta-feira 24/08/2018.
No dia 21 de agosto de 2018, o requerente Túlio dirigiu-se à agência da Caixa Econômica Federal para efetuar uma doação via transferência eletrônica de valores (TEV) de sua conta pessoal que fica na agência 1386 da Caixa, em nome de Marco Túlio para a sua conta de candidato que fica na agência 1088.
Túlio solicitou um saque de R$ 5.250,00 mil reais de sua conta pessoal em uma transferência de R$ 220.000,00 para a conta do candidato.
Ocorre que, de forma equivocada, a atendente da Caixa efetuou um saque da conta pessoal de Túlio no valor de R$ 225.000,00 e logo em seguida fez o deposito de R$ 220 mil na conta do candidato, e seguindo no erro, identificou o doador o próprio CNPJ do candidato.

Diante do ocorrido, sem ter meios de desfazer a transferência pela a caixa, o candidato optou por utilizar o próprio cheque eleitoral nominal para depositar na conta pessoal, conforme comprovantes. Ocorre que, no dia 30/08/2018, a atendente do Caixa, novamente efetuou a transação equivocada, ou seja, retirando o dinheiro da conta pessoal do candidato e efetuando o deposito na conta eleitoral do candidato, conforme extrato da conta. Foi feito um novo cheque eleitoral nominal e depositado na conta pessoal do candidato.

Reportagem do jornal O Descoberto